SCP-012
Avaliação: 0+x

Item nº: SCP-012

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-012 deve ser sempre mantido em uma sala escura. Se o objeto for exposto a luz ou observado através de uma frequência de onda diferente de infra-vermelha, os envolvidos devem ser submetidos imediatamente a avaliações físicas e mentais. O objeto deve permanecer encerrado em uma caixa blindada com ferro e suspensa do teto com uma distância mínima de 2,5 m do piso, parede e quaisquer aberturas da sala.

Descrição: SCP-012 foi adquirido pelo arqueólogo K.M. Sandoval durante uma escavação em um túmulo recentemente destruído por uma tempestade no norte da Itália. O objeto, parte de uma partitura musical manuscrita intitulada "Sobre o Monte Golgotha", aparenta estar incompleto. A tinta vermelha/preta utilizada no objeto, que se pensava tratar-se de algum tipo de uma tinta feita de bagas ou outra origem natural, foi posteriormente identificada como sangue humano de diversos indivíduos. Dois membros da primeira equipe a localizar a partitura (Recuperação de Objetos da Área 19) sucumbiram à loucura, tentando utilizar o próprio sangue para terminar a composição, resultando em hemorragia maciça e ferimentos internos.

Após investigações iniciais, diversas cobaias tiveram acesso ao objeto. Em todos os casos, as vítimas se auto-mutilaram para usar seu sangue para completar a partitura, resultando em sintomas de psicose e ferimentos maciços. As cobaias que conseguiram terminar uma parte da composição cometeram suicídio imediatamente, declarando que a partitura é "impossível de terminar". Tentativas de tocar a música descrita no objeto resultaram em uma cacofonia desagradável, sem que qualquer instrumento mantivesse qualquer relação ou harmonia com os demais.


Artigo Original

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License