SCP-029
Avaliação: 0+x

Item nº: SCP-029

Classe do Objeto: Keter

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-029 deve permanecer encarcerada em uma cela de contenção Classe 5. Não deve ser permitido seu acesso a nenhum objeto de natureza física. Sua cela de contenção deve ser antecedida por uma câmera tripla de vácuo, para evitar sua fuga. Após o Incidente 029-34a, SCP-029 não deve mais ser alimentada, uma vez que ela não demonstrar precisar de alimentos para sobreviver. Três (3) guardas de plantão devem permanecer estacionados em sua cela e outros dois (2) devem se encarregar da monitoração.

Holofotes foram instalados nas paredes da câmara de contenção, e devem permanecer acesos em todos os momentos. Uma vez por mês, a câmara deve ser limpa e vistoriada.

Sob nenhuma circunstância qualquer homem deve defrontar-se com SCP-029 de qualquer maneira. Qualquer indivíduo do sexo masculino que defrontar SCP-029 deve ser detido em uma cela de Classe 3 para ser interrogado e rescindido.

SCP-029 solicitou:

  • Uma cama (negado)
  • Um cobertor (negado)
  • Livros (negado)
  • Roupas (negado)

Isto é ridículo! A garota nem sequer pode usar roupas? Nós não somos animais, deixem ela se cobrir! - Dra. Ericka Bodeen

Dra. Bodeen, você foi autorizada a entregar roupas para SCP-029. - Dr. Light

Após o Incidente 029-53b, qualquer um com acesso potencial a SCP-029 deve primeiro assistir as gravações de segurança 029-Bodeen, como lembrete dos perigos envolvidos no trabalho com objetos SCP, e com SCP-029 em particular.

Descrição: SCP-029 parece ser uma pubescente do sexo feminino de descendência Asiática-Indiana. Ela parece sofrer alopecia universalis. Mais de 80% de sua pigmentação é preta pura, enquanto o resto de sua pele possui ausência total de melanina, ao ponto de albinismo. Seus olhos também possuem coloração profundamente preta.

SCP-029 possui tendências homicidas graves e demonstra habilidade excepcional no uso de qualquer objeto como arma. Entretanto, ela possui uma grave compulsão contra o derramamento de sangue, ao invés disso preferindo estrangular suas vítimas. SCP-029 demonstra possuir destreza e reações físicas quatro (4) vezes mais rápidas que as de um ser humano médio. SCP-029 também apresenta uma resistência extensiva a qualquer forma de dano. Ambas estas habilidades são fortemente impedidas na presença de luz brilhante ou direta, natural ou artificial. Ademais, qualquer homem que entre na presença de SCP-029, em uma área definida pela sua percepção, torna-se escravizado à sua vontade. Estes homens se tornam dispostos a matar ou mesmo morrer por SCP-029.

SCP-029 se intitula ████████, que pode ser grosseiramente traduzido como 'Filha da Escuridão', 'Filha das Sombras', ou 'Filha da Noite'. Entrevistas com SCP-029 mostram-se difíceis de conduzir, devido às constantes tentativas de SCP-029 de matar ou converter todos que dialogam com ela. Em seus anos de cativeiro, as manchas pretas em sua pele aumentaram de tamanho.

SCP-029 foi trazida à atenção da Fundação por um Agente trabalhando na zona rural da Índia. Um atentado contra sua vida o levou a um pequeno culto que se denominava 'Thuggees', a serviço da Filha. Diversas semanas de investigações mostraram que estes indivíduos acreditavam que o mundo se encontra nos últimos anos de 'Kali Yuga', e que através do sacrifício de um milhão de vidas para a Filha da Escuridão, eles poderiam ressuscitar sua Deusa e acabar com o mundo. Eles também acreditavam que somente sacrifícios mortos por estrangulação contavam para este quociente. Eventos levaram o Agente para a fortaleza nas montanhas do culto, onde ele descobriu SCP-029. Após a perda do Agente, [DADOS EXPURGADOS], o que resultou na captura de SCP-029.

Adendo: Sete (7) anos após sua captura, SCP-029 começou a apresentar crescimentos anômalos em suas áreas de pigmentação negra. Quando interrogada, ela afirmou que 'seus seguidores estavam ativos novamente'. Investigações nos levaram a uma concentração dos chamados 'Thuggees' que tinham escapado de nossa incursão inicial. Após descobrir que todos os seus seguidores se encontravam no local para um de seus dias sagrados, um bombardeio aéreo foi ordenado. Quando a primeira bomba caiu, SCP-029 despertou de seu sono, gritando a plenos pulmões. SCP-029 continuou a gritar pelas próximas quatro (4) horas, vociferando em fúria que nós estávamos 'matando seu povo'. Desde este evento, o crescimento da pigmentação negra parou completamente. Também após o evento, SCP-029 redobrou suas tentativas de fuga.


Artigo Original

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License