SCP-066
Avaliação: +2+x
0661.jpg
SCP-066, antes do Incidente 066-2

Item nº: SCP-066

Classe do Objeto: Seguro Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-066 deve ser mantido em um cofre na Área 21. Funcionários de Nível 2 ou superior podem executar experimentos com SCP-065 após preencher os formulários necessários. Pesquisadores podem registrar seus resultados no Registro de Experimentos 066 Beta.

SCP-066 deve ser mantido em um cofre de carbeto de tungstênio no armazenamento de itens valiosos da Área 21. Uma vez por mês, este cofre deve ser inspecionado em busca de danos ao seu interior1; se houver dano, SCP-066 deve ser movido para um novo cofre. Esta tarefa deve ser feita através de um braço robótico capaz de concluir o processo em menos de três segundos.

Descrição: SCP-066 é uma massa amorfa de fios intrincadamente trançados pesando aproximadamente um quilograma. Fios de SCP-066 podem ser puxados individualmente e manipulados; quando isto é feito, uma nota musical da escala diatônica (C-D-E-F-G-A-B) é produzida pelo objeto.

Quando uma sequência de seis ou mais notas é produzida, SCP-066 produz um efeito benigno de natureza e duração variáveis. SCP-066 não responde à manipulação enquanto algum de seus efeitos estiver ocorrendo. Antes do Incidente 066-2, os resultados incluíam:

  • SCP-066 se transformou em um pequeno filhote de gato malhado por dezessete minutos. O filhote demonstrou amistosidade e jovialidade significativas, além de parecer ser castrado e ter suas unhas cortadas.
  • Uma canção com quatro minutos de duração, tocada com violão e acompanhamento vocal do cantor/compositor [REMOVIDO]. A letra da música alertava o ouvinte a não usar objetos afiados sem supervisão de adultos.
  • Um pequeno bolinho de chocolate e com cobertura de chocolate, com uma vela acesa em cima. Curiosamente, os tons que produziram este efeito correspondem às primeiras notas de "Parabéns pra Você". SCP-066 voltou a reagir após o bolinho ser consumido.

Incidente 066-2: Em 18 de abril de 2008, D-066-4437 foi instruído a utilizar uma tesoura para remover um pedaço de SCP-066 para testes. Contudo, quando começou a cortar, SCP-066 rolou a um metro de distância, parou e emitiu um guinchado não identificado. Antes de receber novas instruções D-066-4437 tentou cortar o objeto novamente; SCP-066 rolou novamente e emitiu a frase "Você é o Eric?". Após D-066-4437 responder negativamente, SCP-066 se transformou em seu estado atual (ver foto do arquivo) e começou a emitir notas altas e dissonantes em stacatto até que D-066-4437 deixasse a câmara.

Após o Incidente 066-2, SCP-066 começou a demonstrar um comportamento altamente inconsistente com suas propriedades anteriores. SCP-066 agora apresenta mobilidade significativa, sendo capaz de mover partes de si em altas velocidades. Embora SCP-066 não possa ou não queira utilizar esta habilidade para se deslocar, o objeto ocasionalmente tenta danificar sua contenção, esfregando seus fios contra as laterais do cofre e as desgastando gradualmente. Este processo parece ser extraordinariamente eficaz, considerando os materiais envolvidos.

Além da mobilidade, SCP-066 automaticamente produz notas e efeitos quando na presença de um humano, sem precisar de interação. Este processo dura no mínimo seis segundos. Após o Incidente SCP-066-2, os efeitos produzidos por SCP-066 incluem:

0662.jpg
SCP-066, após o Incidente 066-2. Nota: Os "olhos" são capazes de se mover para seguir movimentos e fontes de luz
  • Uma única abelha foi solta próximo à contenção, ferroando D-4436 e fugindo em seguida. A abelha não foi capturada. Não se sabe como o inseto sobreviveu.
  • A Segunda Sinfonia de Beethoven foi tocada a mais de 140 decibéis, causando surdez permanente em três funcionários e danos permanentes na audição de outros oito.
  • A câmara contendo SCP-066 sofreu uma repentina e total falta de luz por cinco horas. Funcionários no interior da câmara relataram ter ouvido uma respiração alta em suas costas, embora não tenha sido encontrada nenhuma origem do ruído.

Quando não produz efeitos anômalos, SCP-066 repete o nome "Eric" constantemente em uma voz grave e masculina.


Artigo Original

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License