SCP-098
Avaliação: 0+x
Crab.jpg
SCP-098-4

Item nº: SCP-098

Classe do Objeto: Seguro

Procedimentos Especiais de Contenção: Espécimes de SCP-098 devem ser mantidos em uma câmara medindo 10m x 20m com pequenas poças de água e um substrato de areia. Rochas e troncos devem ser deixados em um arranjo aleatório para SCP-098 se aninhar.

O habitat deve ser limpo semanalmente. Nestes momentos, todos os membros de SCP-098 devem ser contabilizados primeiro, para evitar ferimentos ou morte de funcionários ou de SCP-098. Quaisquer espécimes de SCP-098 que pareçam doentes ou feridos devem ser removidos e examinados.

Descrição: SCP-098 é uma espécie de crustáceo até então desconhecida. Assemelham-se a caranguejos, mas ao invés das quelas, os membros dianteiros terminam em estruturas cortantes que incorporam sílica, formando gumes extremamente afiados. Os espécimes atingem um tamanho maior do que o normal para artrópodes terrestres, alcançando até 40 centímetros de altura e 60 centímetros de largura.

Os espécimes de SCP-098 preferem ambientes com disponibilidade de esconderijos e piscinas de águas rasas. Eles são capazes de respirar água e ar, revesando entre os dois ambientes. Espécimes de SCP-098 são também capazes de emitir vocalizações, utilizando uma estrutura de semelhante à laringe ligadas aos seus pulmões primitivos.

SCP-098 demonstra um comportamento de matilha de caça ao atacar presas. Quando espécimes detectam uma presa, elas tentam cercá-lo. Tentam também imitar os sons feitos pela criatura, aparentemente para confundi-lo ou levá-la a uma posição vulnerável. Quando posicionados, um dos espécimes se aproxima da presa. Enquanto a atenção da presa se encontra fixa no primeiro espécime, os outros passam por trás da presa e tentam cortar os tendões de suas pernas ou membros. Eles continuam a imitar os sons da presa para desorientá-la. Após fazer uma incisão, um espécime de SCP-098 cospe um muco viscoso sobre o ferimento. Esta substância endurece rapidamente, impedindo perda de sangue e infecção. Este processo se repete até que a presa esteja completamente imobilizada.

Neste ponto, espécimes de SCP-098 começam a se alimentar da presas, cortando pequenos pedaços de carne. Este processo se inicia com os tecidos moles, facilmente acessíveis, como por exemplo os da face e das extremidades, antes de se prosseguir para as outras partes do corpo. Amostras de SCP-098 só se alimentam enquanto a presa for capaz de respirar. A alimentação pode durar várias horas ou dias, dependendo do tamanho da presa e do número de espécimes presentes.

Indivíduos de SCP-098 demonstram certa capacidade de comunicação, alertando uns aos outros sobre a presença de ameaças ou alimentos em potencial a distâncias curtas. Inicialmente, pensava-se que SCP-098 talvez possuísse inteligência de nível humano, mas agora acredita-se que os animais meramente imitam a fala humana.

SCP-098 normalmente representa pouco perigo para seres humanos adultos, preferindo presas menores como cães, gatos e outros pequenos animais. No entanto, já foram relatados casos que indicam que as criaturas atacam presas maiores quando um número suficiente de espécimes estiver presente, ou então quando não houver disponibilidade de outro tipo de alimento.

SCP-098 foi descoberto em ██████, Brasil, após uma onda de desaparecimentos de crianças.

Adendo 098-1: SCP-098 aparenta ser mais inteligente do que se pensava anteriormente. As criaturas se adaptam rapidamente às mudanças em seu ambiente, e têm demonstrado capacidade de memorizar padrões (como horários de alimentação e limpeza, e movimento habitual de funcionários em seu habitat). Funcionários de limpeza devem variar regularmente suas rotas dentro do habitat para evitar incidentes. Dr. Mann ensinou truques simples a vários espécimes de SCP-098, e eles parecem entender o significado de vários comandos. Testes irão continuar.


Artigo Original

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License