SCP-102
Avaliação: 0+x
102.png
SCP-102-1 e SCP-102-2, ocupação desconhecida.

Item nº: SCP-102

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-102 encontra-se presentemente na posse de Marshall, Carter e Dark Ltda. Considerando que a "propriedade" do objeto é, aparentemente, vinculada a uma escritura acordada legalista, independente de desapropriações, SCP-102 não poderá ser transferido para o patrimônio da Fundação no futuro próximo.

Descrição: SCP-102 é um par de casas de praia autônomas localizadas em ██ █████ ████, ██████████, atualmente sob propriedade de Marshall, Carter e Dark Ltda. através de uma empresa fantasma conhecida como Associação de Habitação Ghieser, e alugada para membros da MC&D como uma "casa de férias para aqueles com gostos exigentes nas ecléticas aventuras da vida privilegiada". As duas casas têm características similares, embora [DADOS EXPURGADOS].

SCP-102-1 é a casa localizada à esquerda, número █.

Quando uma pessoa cujo nome não esteja no contrato de locação de SCP-102-1 entra na casa, seu interior parece ser o de um lar abandonado e em ruínas, com o cadáver do atual locatário caído na entrada da casa, caso ela esteja ocupada. Testes forenses realizados nos materiais encontrados mostram que a casa parece ter sido abandonada desde o final dos anos setenta. Todas as fotografias tiradas em seu interior corroboram com este fato, independente do fotógrafo ser ou não um locatário. Entretanto, quando o locatário da casa entra pela porta da frente, consegue acessar uma casa de condomínio razoavelmente comum e bem cuidada, decorada com temas náuticos. São frequentes os relatos de sensação de tontura ao entrar, sensação esta que desaparece após alguns segundos.

Quando o locatário de SCP-102-1 sai da casa, ele se torna para todos os efeitos e propósitos uma manifestação espiritual incorpórea, capaz de tornar-se voluntariamente invisível e de se mover desimpedido através de objetos sólidos. O indivíduo adquire e permanece neste estado cada vez que deixa casa no período de duração do aluguel. Ao fim deste período, ou a qualquer momento caso haja violação voluntária dos termos do contrato de aluguel, o locatário fica brevemente inconsciente, acordando sobre o piso da entrada frontal de SCP-102-1, que neste momento adquire a aparência oferecida aos não-locatários. Não foi observada a remoção antecipada de nenhum corpo da casa.

SCP-102-2 é a casa localizada à direita, número █.

A primeira vista, SCP-102-2 é idêntica a SCP-102-1. Contudo [DADOS EXPURGADOS] degradação avançada, seguida de [DADOS EXPURGADOS]. Locatários de SCP-102-2 que não deixarem a casa antes do final do contrato de aluguel devem ser considerados "desaparecidos, presumidos mortos" trinta dias após a conclusão do aluguel. Locatários que deixarem a casa devem receber um tratamento de suplementos esteroides para combater a [DADOS EXPURGADOS]itorados constantemente para verificar indícios de aberração psicológica.

Adendo: Todas as informações neste relatório são suposições, embora seus detalhes sejam consistentes nos relatos de diversas fontes. O conteúdo deste relatório foi obtido em entrevistas com funcionários Classe-D números 1070869 (pena de morte: estupro, homicídio), 1033654 (prisão perpétua: assédio sexual agravado com um menor de idade), e 1033654 (pena de morte: [REMOVIDO]), os quais eram inquilinos frequentes de SCP-102-1 antes de suas prisões. É teorizado que D-1033654 utilizou os efeitos de SCP-102-1 para cometer [DADOS EXPURGADOS]. Ver os registros de entrevista 102-1/2/3 para obter as transcrições completas.


Artigo Original

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License