SCP-106
Avaliação: 0+x
1061.jpg
SCP-106, durante emergência

Item nº: SCP-106

Classe do Objeto: Keter

Procedimentos Especiais de Contenção:

Revisão 11-8

Em nenhum momento é permitida qualquer interação física com SCP-106. Qualquer interação física deve ser aprovada por pelo menos dois terços do Comando-O5, e deverá se restringir a experimentos. Todos os funcionários (Pesquisa, Segurança, Classe D, etc.) devem sempre permanecer a pelo menos sessenta metros de distância da cela de contenção, exceto em caso de brecha.

SCP-106 deve ser contido em um compartimento selado, composto de aço revestido de chumbo. O compartimento será selado com quarenta camadas de material idêntico, cada camada separada por pelo menos 36 cm de espaço vazio. Os suportes entre as camadas devem ser espaçados aleatoriamente. O compartimento deve ser mantido suspenso a pelo menos 60 cm de qualquer superfície por um sistema de suspensão eletromagnética ELO-IID.

A área de contenção secundária deve ser composta por dezesseis "celas" esféricas, cada uma preenchida com diversos fluidos e um arranjo aleatório de superfícies e suportes. A contenção secundária deve ser equipada com sistemas de iluminação, capazes de encher todo o arranjo com pelo menos 80.000 lúmens de luz instantaneamente sem contato humano direto. As duas áreas de contenção devem ser fiscalizadas 24 horas por dia.

Qualquer corrosão verificada em qualquer superfície da cela de contenção, nos funcionários ou em outros locais a até duzentos metros de distância de SCP-106 devem ser relatada à Segurança da Área imediatamente. Qualquer objeto ou funcionário perdido para SCP-106 deve ser considerado desaparecido/morto em combate. Em nenhuma hipótese devem ser feitas tentativas de recuperá-los.

Nota: Pesquisas e estudos constantes revelaram que, quando confrontado com um ambiente altamente complexo/aleatório, SCP-106 pode ser "confundido", mostrando um atraso notável na entrada e saída de estruturas, SCP-106 também demonstra aversão a iluminação direta e repentina. Isto não se manifesta como dano físico, mas o força a fugir rapidamente para a "dimensão de bolso" gerada em superfícies sólidas.

Estas observações, em conjunto com a aversão do objeto a chumbo e sua confusão com líquidos, reduziram os incidentes de fuga em 43%. As celas "primárias" também têm sido eficazes para recuperar o objeto, utilizando o Protocolo de Retorno ██ -███ -█. Os estudos continuam.

1062.jpg
Dano corrosivo na cela de contenção inicial. Os procedimentos de contenção foram atualizados.
1063.jpg
Imagem recuperada de uma câmera portada por uma presa. A câmera foi descoberta em uma sala, dois dias após a abdução. Contexto desconhecido.

Descrição: SCP-106 aparenta ser um humanoide idoso, com uma aparência que indica decomposição avançada. Sua aparência varia, mas o estado de "putrefação" é observado em todas as formas. SCP-106 não é excepcionalmente ágil, e pode permanecer imóvel por dias, aguardando por uma presa. SCP-106 também é capaz de escalar qualquer superfície vertical e pode permanecer suspenso de ponta cabeça indefinidamente. Ao atacar, SCP-106 tenta incapacitar sua presa danificando órgãos importantes, grupos musculares ou tendões, e então arrasta a presa incapacitada para sua dimensão de bolso. SCP-106 demonstra preferência por presas humanas, entre 10 e 25 anos de idade.

SCP-106 causa um efeito de "corrosão" em qualquer material sólido que toque, causando decomposição física do material segundos após o contato. Isso pôde ser observado nas formas de ferrugem, apodrecimento e rachaduras nos materiais, seguido da criação de um material mucoso, similar àquele que reveste SCP-106. Este efeito é particularmente destrutivo em tecidos vivos, e presume-se que se trate de uma ação "pré-digestiva". A corrosão continua por seis horas após o contato, após este período, o efeito parece rescindir.

SCP-106 é capaz de atravessar matéria sólida, deixando um grande rastro de seu muco corrosivo. SCP-106 é capaz de "desaparecer" dentro de matéria sólida, entrando no que se presume ser uma "dimensão de bolso". SCP-106 é então capaz de sair desta dimensão por qualquer ponto conectado ao ponto de entrada (exemplos: "entrar" na parede interna de uma sala e "sair pela parede externa. Entrar em uma parede e sair pelo teto). Não se sabe se esse é o ponto de origem de SCP-106 ou se se trata de uma "toca" criada pela criatura.

Os estudos limitados dessa "dimensão de bolso" mostraram que ela é composta primariamente de salões e salas com [DADOS EXPURGADOS] entrada. Esta atividade pode durar "dias", com alguns indivíduos sendo soltos somente para serem caçados, recapturados e [DADOS EXPURGADOS].


Adendo:

Notas de Revisão SCP:

Devido extrema dificuldade em conter SCP-106, os protocolos de contenção devem ser revisados a cada três meses, ou após incidentes de brecha. É impossível imobilizá-lo fisicamente e dano físico direto parece não ter efeito sobre SCP-106. Os procedimentos de contenção atuais, em ██/██/████, foram desenvolvidos em torno dos estudos feitos sobre o objeto e de reações imediatas. Procedimentos anteriores, mais proativos, foram revogados devido às brechas ██, ███, ██, █, e ████.

Notas sobre comportamento:

SCP-106 parece passar por longos períodos de "hibernação", nos quais permanece completamente imóvel por até três meses. A causa disto é desconhecida; contudo, foi comprovado que isto se trata de uma tática de "emboscada". SCP-106 desperta deste estado em extrema agitação, atacando e abduzindo funcionários e causando danos massivos à sua cela de contenção e à área como um todo. O Protocolo de Retorno [DADOS EXPURGADOS].

SCP-106 parece caçar e atacar motivado por desejo, não por fome. SCP-106 ataca e coleta múltiplas presas durante um evento de caçada, mantendo várias delas "vivas" na dimensão de bolso por longos períodos. SCP-106 não tem um "limite" determinável, e parece coletar um número aleatório de presas em cada evento.

A dimensão interna acessada por SCP-106 só é, aparentemente, acessível por SCP-106. Foi demonstrado que dispositivos de gravação e transmissão continuam a funcionar dentro da dimensão, embora as gravações e transmissões apresentem-se em estado deteriorado. Aparentemente, SCP-106 "brinca" com as presas capturadas, e demonstra possuir controle integral sobre tempo, espaço e percepção nesta dimensão. SCP-106 parece [DADOS EXPURGADOS].

Protocolo de Retorno ██ -███ -█:

Em caso de brecha provocada por SCP-106, um humano com entre 10 e 25 anos de idade será preparado para o retorno, após a substituição e restauração da cela de contenção violada. Quando a cela estiver pronta, o indivíduo isca será ferido, preferencialmente pela quebra de um osso longo, com o fêmur, ou pelo corte de um tendão maior, como o tendão de Aquiles. A isca será então colocada na cela preparada, e os sons emitidos pelo indivíduo serão transmitidos pelo sistema de anúncios da área.

1064.jpg
Agente █████, após ser "solto" por SCP-106. O indivíduo havia desaparecido há duas horas. Indivíduo permaneceu vivo por uma hora após ser solto.

Tipicamente, SCP-106 começará a se mover na direção do indivíduo isca após um período de dez a quinze minutos após ouvi-lo. Caso SCP-106 não reaja à transmissão de áudio inicial, lesões físicas adicionais devem ser administradas sobre a isca em intervalos de vinte minutos até que SCP-106 reaja. Múltiplas iscas podem ser usadas em casos de brechas maiores.

Normalmente, SCP-106 entra em estado dormente após terminar uma presa. Além disso, as vítimas podem [DADOS EXPURGADOS].


Artigo Original

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License