SCP-134
Avaliação: 0+x
134-1.jpg
SCP-134 em condições normais de iluminação

Item nº: SCP-134

Classe do Objeto: Seguro

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-134 encontra-se presentemente contida em uma cela de contenção de humanoides modificada, medindo seis (6) metros por oito (8) metros. Uma vez que SCP-134 é completamente cega, medidas de segurança devem ser observadas no arranjo dos móveis no interior do quarto. SCP-134 está razoavelmente acostumada com a posição de todos os objetos em sua cela e navega por ela utilizando a memória. O quarto de SCP-134 contém, no momento:

Uma (1) cama de solteiro com proteção adicional em volta do colchão.
Um (1) conjunto de lençóis na cor rosa e um travesseiro com a estampa do mascote "Hello Kitty". (Nota: embora cega, SCP-134 é capaz de sentir estampas impressas, e prefere esta).
Um (1) guarda-roupas e uma (1) cômoda contendo roupas no tamanho infantil extra-pequeno. Todas as gavetas devem ser etiquetadas em braile e escritas em inglês, em auto relevo.
Uma (1) casa de bonecas com bonecas e mobília de brinquedo.
Oito (8) bichos de pelúcia (três gatos, dois cães, uma girafa, um golfinho e um panda).
Uma (1) seleção de literatura infantil em braile.
Uma (1) cadeira e uma (1) mesa.
Uma (1) mesa de artesanato com blocos de montar e argila de modelar.

SCP-134 pode solicitar itens adicionais, os quais devem ser aprovados por um funcionário de Nível 3 ou superior. Se algum item for adicionado ao quarto, os cuidadores de SCP-134 devem ser avisados com antecedência para prepará-la para a mudança em seu ambiente. SCP-134 deve receber aulas regularmente sobre assuntos comuns para sua idade e de leitura em braile.

Descrição: SCP-134 aparenta ser uma garota asiática entre as idades de █ e █, com cabelo preto curto e corpo franzino. O objeto parece ser normal em todos os aspectos, e possui as mesmas necessidades biológicas de uma criança humana (comida, sono, etc.). Entretanto, no lugar onde os olhos de SCP-134 deveriam estar, encontram-se dois fossos negros, cobertos por uma membrana transparente similar à existente em um olho humano comum; testes oftalmológicos indicam que estas membranas são de 150 a 200 vezes mais resistentes do que o normal para um ser humano. SCP-134 não possui pálpebras e portanto é incapaz de piscar. SCP-134 também é incapaz de enxergar através destas áreas negras. Tentativas de examinar o fundo da cavidade ocular de SCP-134 fracassaram, pois é impossível localizar suas retinas. Sob iluminação normal, as áreas parecem completamente pretas, mas no escuro, luzes bastante tênues podem ser vista em seu interior. Estudos envolvendo fotografias de longa exposição e amplificação de luz revelaram que as luzes são na verdade estrelas e galáxias, visíveis através das órbitas oculares de SCP-134. Até hoje, nenhuma formação astronômica foi reconhecida, embora as pesquisas feitas pelo astrônomo residente, Dr. ███████, continuem.

134-2.jpg
Olho esquerdo de SCP-134 fotografado com técnica de baixa iluminação

Testes com sonares não revelam qualquer anomalia no interior do crânio de SCP-134; contudo, [DADOS EXPURGADOS], confirmando a presença de [DADOS EXPURGADOS] com as órbitas oculares sendo o terminal local e o espaço intergalático sendo o terminal remoto. Medições de paralaxe indicam que os terminais se encontram de vinte (20) a dois mil (2000) metros de distância um do outro, e que se encontram em movimento com velocidades entre vinte (20) e (40) vezes maiores que a velocidade da luz; estes fatos não parecem estar relacionados à posição, movimento ou metabolismo de SCP-134.

Análises espectrográficas indicam o terminal remoto periodicamente [DADOS EXPURGADOS] nova localização; a causa disto ainda não é compreendida. O intervalo mais curto entre estas mudanças foi de seis dias, e o mais longo de cinco semanas. Até o momento, não foi possível observar estas mudanças ao vivo.

SCP-134 não demonstra qualquer comportamento agressivo, e parece alheia à sua condição sobrenatural. SCP-134 apresenta sintomas comportamentais similares aos vistos em crianças altistas altamente funcionais, incluindo comportamento padronizado e resistência a mudanças. Desta forma, um especialista em desenvolvimento infantil foi atribuído a SCP-134 para auxiliar com estes sintomas; o especialista sugere que o para obter um desenvolvimento infantil saudável, a criança requer um nome próprio, e apelidou SCP-134 de "Stella". SCP-134 aprendeu a associar ser chamada pelo seu número SCP com testes e dor física, e entra em estado de nervosismo e não cooperatividade quando este tratamento é dado a ela por pessoas que haviam anteriormente a chamado de "Stella"; consequentemente, é recomendado que os funcionários envolvidos não a chamem pelo apelido, pois isso restringe suas atribuições a somente sessões de entrevista.

O especialista foi recentemente rescindido de seu emprego por demonstrar excesso de interesse nos SCPs designados a ele. Qualquer funcionário visto se referindo a SCP-134 como "Stella" será severamente punido.

Quando questionada sobre seus olhos, SCP-134 afirma não sentir qualquer deformidade, mesmo quando lhe é permitido tocar em olhos humanos normais para comparação.

SCP-134 até hoje não apresentou qualquer informação sobre seus pais ou identidade. Apesar disto, quando foi adquirida pela Fundação, SCP-134 se chamava de "████". SCP-134 apresenta comportamento dócil e cooperativo e por este motivo deve ser tratada com a mesma cortesia que seria aplicada a qualquer outro convidado. SCP-134 entrou para a custódia da Fundação após relatos sobre uma criança deformada abandonada no orfanato ██████████ em ███████, Yokohama, Japão. SCP-134 encontra-se sob os cuidados da Fundação desde 20██ e, na época, os funcionários do orfanato afirmavam que SCP-134 possuía █ anos de idade. Desde então, SCP-134 aprendeu a falar inglês conversacional, além do japonês já aprendido, e demonstra facilidade com braile, aprendendo com as aulas lecionadas regularmente.


Artigo Original

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License