SCP-138
Avaliação: +2+x

Item nº: SCP-138

Classe do objeto: Seguro

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-138 requer procedimentos de contenção mínimos. Por motivos humanitários SCP-138 está sendo mantido em um estado de coma induzido quimicamente.

Descrição: SCP-138 é um humano do sexo masculino, suspeita-se que tenha mais de quatro mil (4.000) anos de idade. O indivíduo tem cerca de 1,5 metros de altura, é magro e possui a pele enrugada. As origens exatas de SCP-138 são desconhecidas. O indivíduo foi encontrado em 2006, em uma tumba egípcia localizada perto do túmulo de Tutancâmon, desenterrado em 1922, selado em um grande sarcófago. Quando foi descoberto um ser vivo na tumba, a Fundação foi alertada por um de nossos agentes atribuídos à Associação Internacional de Arqueologia. O indivíduo foi imediatamente transferido para o Setor 37 para ser investigado por parte da equipe científica de pesquisa de lá.

Fisiologicamente, SPC-138 está clinicamente morto. Os músculos e os órgãos internos encontram-se em estado grave de atrofia, apesar do campo bio-eletro-magnético estável do individuo, seu sistema nervoso está severamente debilitado. O objeto também apresenta evidentemente um grande número de ferimentos mortais, sendo alguns acidentais e alguns propositais, tendo sido causados pelo próprio indivíduo ou por outros

Não há nenhuma explicação científica óbvia para seu estado de vida continua. Embora outros SCPs apresentem propriedades regenerativas avançadas que lhes permite escapar da morte, SCP-138 não regenera seu corpo, que continua funcionando apesar das lesões letais. Isso se estende desde ferimentos e golpes até formas de destruir todo o corpo, sendo tudo isso ineficaz.

O indivíduo se comunica exclusivamente em um dialeto do antigo Egito. Comunicações utilizando um civil como tradutor revelaram pouco sobre o passado do indivíduo, embora pareça que ele foi enterrado no túmulo com algum propósito religioso desconhecido. Devido ao seu estado severamente doloroso SCP-138 encontra-se em um estado de constante agonia e em varias ocasiões solicitou insistentemente eutanásia humanitária. Apesar das varias tentativas variadas tanto oficiais quanto não sancionadas, nenhum método bem sucedido de rescisão foi encontrado, em anexo está a lista abrangente de lesões do individuo denominado SCP-138

Documento: 138-27: Ferimentos sofridos por SCP-138

Ferimentos antigos:

  • Garganta cortada
  • Dezessete (17) feridas espalhadas pelo tronco, nove (9) feridas de espada, seis (6) feridas de lança, e duas (2) feridas causadas por uma arma perfurante desconhecida, possivelmente um cravo de metal ou de madeira

Tentativas sancionadas de eutanásia :

  • Náusea grave (devido a inserção por via intravenosa de veneno arsênico)
  • Queimaduras de terceiro grau em 100% do corpo do indivíduo (nota-se que SCP-138 sobreviveu a um total de vinte (20) minutos em um incinerador industrial)
  • Danos graves internos e ao sistema nervoso (tentativa de electrocussão)

Tentativas de eutanásia extra-oficiais por funcionários não envolvidos em pesquisa:

  • Trauma traqueal (devido a tentativa estendida de estrangulamento)
  • Dois ferimentos de bala na cabeça, causando traumatismo craniano grave

Artigo Original

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License