SCP-152
Avaliação: 0+x
152.jpg
Visão lateral de SCP-152

Item nº: SCP-152

Classe do Objeto: Seguro

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-152 deve ser mantido em uma câmara trancada no Sítio-49, doravante referida como a "sala de leitura." A sala de leitura está fora dos limites para o pessoal abaixo do nível 2. A sala de leitura será equipada com uma lâmpada no teto, uma câmera de segurança, um scanner-copiadora-impressora a ser reabastecido com papel e tinta, se necessário, uma cadeira de escritório padrão, e uma mesa de escritório padrão sobre o qual SCP-152 vai ficar. Quando não estiver em uso, SCP-152 é para ser virado para a sua última página, de modo que todas as adições feitas a ele podem ser imediatamente observadas. Um único guarda estará em posto do lado de fora da sala de leitura para impedir que pessoas não autorizadas entrem na sala de leitura. Todo o pessoal é aconselhados a permanecer em silêncio se eles estão perto da sala de leitura.

Descrição: SCP-152 é um livro grande, de capa dura com encadernações de couro. O papel dentro assemelha velino e é escrito em tinta preta. O conteúdo do livro consiste inteiramente de uma série de entradas que descrevem eventos apocalípticos, que nem sempre são cenários de fim de mundo de classe XK mas invariavelmente lidam com a extinção da humanidade. As entradas são organizadas em ordem cronológica, começando com uma falha inexplicável espontânea do sol em 6000 aC e terminando com outros eventos próximos dos dias atuais. Muitas das entradas descreve apocalipses causados ou facilitados por objetos que estão ou estavam em custódia da Fundação, ou são de natureza paranormal. Há também registros de extinção humana causados ​​por mais meios "convencionais", como a guerra nuclear ou epidemias virais mortais. Cada entrada descreve em detalhes os acontecimentos que levaram à própria calamidade, e as consequências, até o ponto em que o último homem na Terra morre.

Tem-se observado que as entradas no SCP-152 mudam para qualquer linguagem que o leitor é mais confortável, até o ponto em que a estrutura da frase pode mudar significativamente de leitor para leitor, ou até mesmo começar a usar expressões coloquiais que só o leitor entende; apenas o significado básico das entradas permanece constante. Se várias pessoas estão olhando para SCP-152, ele irá estar na linguagem pessoal de quem começou a ler primeiro. Se ninguém está observando diretamente SCP-152, ele irá mostrar a linguagem de quem o leu pela última vez. Raramente, palavras que não "traduzem" aparecerão no livro, em vez disso aparecem caracteres caligráficos dispostos horizontalmente que não foram combinados para qualquer idioma conhecido.

Para o melhor conhecimento dos historiadores da Fundação, a maioria das informações contidas no SCP-152 é precisa, divergindo apenas no ponto onde ocorre o apocalipse. Em quase todos os casos, a diferença é que algumas decisões importantes foram aparentemente feitas de forma diferente na versão do SCP-152 da história, em última instância, a aniquilação da humanidade.

SCP-152 resiste a todas as tentativas de mudar ou escrever nele. Tintas, grafite, carvão e outros materiais de marcação não aderem às páginas, e são facilmente escovados. Lasers ou outras fontes de calor não queimam no papel. A inspeção revelou que substâncias estranhas são impedidas de realmente entrar em contato com as páginas: pelo menos 5 (cinco) micrômetros de espaço vazio estão sempre presentes entre as próprias páginas e quaisquer materiais estranhos que possam entrar em contato com elas. Por esta razão, SCP-152 não decai, o que também significa que é impossível determinar a idade exata do SCP-152.

SCP-152 é auto-atualizado, com entradas recém pintadas e novas descrições de como o último homem morreu aparecendo em intervalos imprevisíveis, sempre na última página do livro; a data em que uma nova entrada aparece corresponde à data indicada na entrada para a morte do último membro da espécie humana. Quando o espaço se torna um problema, páginas extras aparecem junto com o texto, e a coluna de SCP-152 amplia em conformidade. Houve ███ atualizações para o livro desde que entrou em custódia da Fundação. Tal como acontece com eventos passados, SCP-152 provou ser atualizado sobre eventos atuais, até um ponto em que ocorre uma catástrofe. Como as entradas recentes frequentemente referem entidades ou grupos de interesse para a Fundação, incluindo a própria Fundação, SCP-152 deve ser verificado regularmente por qualquer informação de importância.

Adendo 1: Com o reconhecimento feito que deixar essa coisa ficar em torno de onde o público pode achar que é perigoso para nós, há alguma razão real para estudá-lo? Cenários de desastre hipotético desatualizados não são a nossa preocupação; temos abundância de desastres reais no presente para lidar com eles. -O5-█

Adendo 2: O livro é preciso o suficiente sobre a Terra pré-desastre que se torna um guia decente para o presente. Além disso, ele dá um pouco de perspectiva sobre o grande retrato do que alguns SCPs poderiam fazer se eles se soltassem. Acho que todos os pesquisadores com folga deveria ler as últimas 50 páginas ou mais apenas para levar para casa como é importante o que eles fazem aqui. "Por falta de um prego", e essas coisas. -Dr. Jansen

Adendo 3: Jansen, metade das entradas nos últimos 50 páginas mostram a Fundação cometendo erros e matando todo mundo. -O5-█

Adendo 4: Como eu disse, dá um pouco de perspectiva. -Dr. Jansen

Relatório de Incidente 152-05: Na noite de ██/██/████, o segurança de plantão na câmera notou que SCP-152 estava ausente da sala de leitura. No entanto, pelo tempo que ele demorou pra informar isso, SCP-152 tinha reaparecido, e havia uma nova entrada na última página. Como este foi a quinta ocorrência de desaparecimento súbito e reaparecimento (referem-se a relatórios de incidentes 152-01 à 152-04), um teste simples foi realizado com uma câmera de alta velocidade, uma balança eletrônica sensível sobre o qual SCP-152 foi colocado, e um alarme programado para disparar se o peso sobre a escala mudou abruptamente. As próximos três "atualizações" para SCP-152 ativaram o alarme, e a câmera de alta velocidade revelou que SCP-152 desapareceu de vista por exatamente um (1) segundo de cada vez.

Adendo 5: Eu teorizo que o livro não é realmente "atualizado" como todos pensam… Ele está realmente sendo substituído, e cada vez que muda na verdade estamos recebendo uma nova edição do mesmo. Eu gostaria muito de descobrir onde estes são provenientes. -Dr. Jansen


Artigo Original

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License