SCP-200

Item nº: SCP-200

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção: SCP-200 requer um ambiente seguro, com clima temperado e grande o bastante para abrigar o estrado no qual se encontra fixado. Sua câmara deve ser dotada de um grande visor, que possibilite a observação do objeto sem interações diretas. De forma geral, quando não estiver sendo examinado, SCP-200 não deve ser perturbado. A coleta de amostras de SCP-200 requer extrema cautela, para preservar seu invólucro delicado.

Um nebulizador automático deve ser configurado para aplicar uma leve névoa d'água sobre SCP-200 uma vez por dia. Caso a aparência de SCP-200 apresente indícios de ressecamento, uma segunda névoa diária pode ser aplicada, sempre com o cuidado de impedir que o objeto fique excessivamente úmido.

Devido à natureza incerta de SCP-200, a entrada de sua área de contenção deve ser mantida constantemente trancada e, por precaução, qualquer interação direta com o objeto é limitada a funcionários com autorização Nível 2.

Descrição: SCP-200 encontra-se contido em uma crisálida com 172,4 cm de comprimento da base à ponta, presa a um estrado e um colchão de uma cama queen size. A crisálida possui uma coloração marrom manchado e análises mostram que ela é composta de diversas camadas de seda, tecidas de um modo que a torna áspera ao toque. Aparentemente, as camadas de seda são unidas por [DADOS EXPURGADOS].

SCP-200 em si foi visto pela última vez como um humano de 13 anos, do sexo masculino, caucasiano, medindo 152 cm de altura e com um peso de 168,73 kg. O indivíduo se isolou em sua crisálida em ██/██/20██, e pesquisadores foram incapazes de explicar como uma criança foi capaz de produzir a seda que forma seu invólucro. Ultrassonografias não detectam a existência de qualquer substância sólida no interior da crisálida. Contudo, amostras do fluído extraído de seu interior revelam DNA idêntico ao da criança descrita. As circunstâncias indicam que a criança [DADOS EXPURGADOS]. Amostras da [DADOS EXPURGADOS] utilizada para unir as camadas da crisálida também apresentam o DNA de SCP-200.

SCP-200 permanece dormente na maior parte do tempo, embora alguns espasmos tenham sido observados ocasionalmente, especialmente caso o objeto seja estimulado com um toque repentino ou um barulho alto. Apesar disto, em seu estado atual, o objeto não representa qualquer ameaça.

Notas: SCP-200 foi obtido em █████, ██, EUA, em ██/██/20██, aproximadamente 28 horas após o surgimento de sua crisálida. De acordo com seu histórico médico, SCP-200 apresentou um desenvolvimento humano físico comum até os 12 anos de idade. Neste ponto, a criança começou a apresentar um apetite voraz e rapidamente ganhou peso ao longo do ano seguinte. Dr. █████████, um pediatra local, não foi capaz de identificar a causa desta mudança abrupta de metabolismo.

A mãe da criança, preocupada com o seu aumento de peso, tentou restringir sua dieta. SCP-200 então fugiu de casa e se escondeu em uma floresta próxima. Quando as autoridades localizaram o garoto, 72 horas depois, ele havia dobrado sua massa corporal com uma dieta baseada em [DADOS EXPURGADOS]. Logo após ser entregue em sua residência, SCP-200 desenvolveu sua crisálida.

Após a contenção do objeto, amnésicos Classe A foram administrados à sua mãe, ao Dr. █████████ e às autoridades locais. A comunidade local foi induzida a crer que [DADOS EXPURGADOS], para evitar problemas e questionamentos sobre o desaparecimento e bem-estar da criança.

Adendo 200-01: Exames recentes indicam que o DNA de SCP-200 vem sofrendo uma série de mutações. Embora as ultrassonografias continuem não indicando a presença de sólidos, Dr. █████ teoriza que a criança esteja se tornando [DADOS EXPURGADOS]. Esta hipótese permanece controversa, motivando novos experimentos e observações.

À luz destas descobertas, a solicitação para reclassificar SCP-200 como Euclídeo foi aprovada, e uma rotina de vigilância permanente está sendo implementada, caso ocorra a emergência de SCP-200.


Artigo Original

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License